Comunicado de imprensa

APPACDM DE LISBOA questiona o Governo:

Esquecimento ou deliberado?

Onde estão as medidas para os Centros de Apoio Ocupacional para pessoas com deficiência intelectual?

O Primeiro-Ministro anunciou ontem uma série de medidas para o país fazer face à pandemia do COVID 19.

Mas não foi feita nenhuma referência aos Centros de Actividades Ocupacionais (CAO) das Instituições (IPSS) para pessoas como deficiência intelectual!

A APPACDM de Lisboa tem a seu cargo cerca de 200 crianças, jovens e adultos, que frequentam Centros de Actividades Ocupacionais. Tendo em conta as suas características, trata-se de um grupo de risco.

O governo tem de esclarecer:

Se há orientação da Segurança Social para encerramento destes serviços, tal como já fez, por exemplo, no caso das escolas, creches, ATL, formação profissional.

Em caso de decisão da instituição de encerramento de CAO, porá em causa a garantia dos apoios assegurados pela Segurança Social, nomeadamente acordos de cooperação?

Em caso de encerramento dos CAO, sem autorização oficial da Segurança Social, os familiares (pais, avós, irmãos...) que fiquem em casa a tomar conta da pessoa com deficiência intelectual, vão ter alguma proteção social do Estado conforme anunciado para as escolas e creches?

Se a Batalha é de todos nós, também queremos estar no plano de contingência para nos protegermos!

A APPACDM Lisboa