Centro de Recursos para a Inclusão

O Centro de Recursos para a Inclusão (CRI), encontra-se sedeado no Largo da Ajuda, onde anteriormente funcionava a escola de educação especial, que esteve na génese da fundação da APPACDM de Lisboa, sendo o primeiro centro a ser criado, em 1965.

A inclusão da pessoa com deficiência sempre foi uma preocupação da APPACDM que, em 1992, iniciou as primeiras experiências de integração (na altura) de crianças em escolas de ensino regular.

A par com o fruto da sua experiência, a legislação aplicável no âmbito das políticas educativas apontava para a inclusão de todos os alunos com necessidades educativas especiais nas escolas de ensino regular e assim a APPACDM de Lisboa optou pela reorientação da escola de educação especial para centro de recursos para a inclusão.

Este serviço especializado funciona com base em projetos de parceria com agrupamentos de escolas, em função daquilo que é o seu levantamento de necessidades. Tem como funções:

  • Intensificar a capacidade da escola de promover o sucesso educativo de todos os alunos;
  • Apoiar a inclusão de alunos com necessidade de mobilização de medidas de suporte, promovendo ao máximo o potencial de cada um;
  • Desenvolver um trabalho de parceria pedagógica, prestando serviços especializados como facilitadores da implementação de práticas de educação inclusiva.

O CRI tem parcerias com agrupamentos de escolas nos concelhos de Lisboa, Odivelas e Almada, abrangendo mais de 300 alunos com necessidades educativas.

Os serviços especializados prestados pelo CRI em contexto escolar, têm suporte numa equipa multidisciplinar, constituída por:

  • Terapia Ocupacional
  • Terapia da Fala
  • Psicologia
  • Psicomotricidade
  • Fisioterapia

A intervenção desta equipa centra-se nos diferentes ambientes da escola, de forma a eliminar barreiras que dificultem o acesso ao currículo, a aprendizagem e a participação do aluno na vida escolar. Essa intervenção pode ser direcionada para o aluno individualmente ou em pequeno grupo, em função do tipo de competências a desenvolver. Existe também uma perspetiva de consultoria, em estreita colaboração com professores, pais, pares e outros profissionais.

Fazendo parte da equipa multidisciplinar de apoio à educação inclusiva (EMAEI), a equipa do CRI, colabora no processo de identificação de medidas de suporte à aprendizagem e à inclusão; no processo de transição para a vida pós escolar, no desenvolvimento de ações de apoio à família e na prestação dos apoios especializados.

Numa perspetiva holística da intervenção, a intensidade e modalidade dos apoios, articulam-se com as medidas de suporte à aprendizagem.


Legislação aplicável
D.L. n.º3:2008 de 7 de Janeiro